segunda-feira, 25 de julho de 2011

E o que é o AMOR ?

"Às vezes no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordado
Juntando o antes, o agora e o depois..."        (8)Caetano Velozo



Então galera, esse post não é nenhuma definição, muito menos nenhuma verdade a ser dita, sobre qualquer assunto. Muito pelo contrário, é mais um texto subjetivo, para que em um momento de indecisão você consiga responder sozinho(a) sobre as dúvidas que aqui serão levantadas. Quando será que uma amizade, já não pode ser mais chamada de amizade? Quando chega a hora certa de dizer "Eu te Amo" a alguém? Sentir ciúmes de alguém que não é mais "seu" ou "sua", será que isso é amor? 


Bem, eu infelizmente não tenho a resposta para nenhuma dessas perguntas, até porque todas as situações de amor são individuais, cada um tem a sua história de como se deu um amor na sua vida. Quem já amou, ou pelo menos acha isso, sabe que nada, quando se trata desse assunto, tem respostas.


Ontem eu estava dando uma volta com uns parceiros meus, quando aconteceu de um deles, citar uma ex-companheira minha, na qual ainda sinto falta. E por ironia do destino, ele me fez um comentário muito infeliz, que fez meu coração acelerar por conta de ciúmes. Agora você acha normal, alguém sentir ciúmes de uma pessoa, mesmo estando com outra? Então quer dizer... Eu e esse amor antigo precisamos terminar, ficar uns dois meses sem conversar, eu encontrar talvez um outro amor, para através de uma fofoca eu perceber que não seria um outro amor, ou uma nova atitude no meu jeito de ser que mudaria os fatos, e sim a única solução era ter aproveitado melhor as oportunidades que tive. 


Não vou tentar esquecê-la... "É triste quando alguém muito interessado em outra pessoa, por inibição, ou por não saber como agir, não se aproxima, sofre se remoendo, esperando dia após dia uma espécie de milagre que não vem, e quando percebe já dançou." (Reinaldo Polito)


Há um pensamento que tive nesse final de ano, que era o seguinte. "Pode ser que no ano anterior eu tenha perdido um amor pra vida toda, mas existe ainda muita vida para se dizer que nenhum amor mais surgirá." Para você vê como as coisas são passageiras, depois de seis meses, eu acho que talvez alguns amores, devem valer a pena sofrer mais um pouco.


Beijos e Abraços, de um pobre apaixonado, que a vida está ensinando, a construir o que é o amor.
V.D.S.



Nenhum comentário:

Postar um comentário